domingo, novembro 26, 2006

Crónicas Nocturnas # 103

Na quinta, mais uma noite no ADN, e, contra todas as expectativas (noite muito chuvosa e ventosa...), foi uma noite bastante animada...Como tem sido habitual, começo sempre a noite com coisas mais Balearic, Disco e Punk-Funk, coisas como Lindstrom, Prins thomas, Todd Terje, Padded Cell, Chicken Lips, Spektrum,Double, Nexus, Springtime Disaster, etc...com a casa a ficar mais animada, comecei a passar coisas como MSTRKRFT, I Cube, Cass & Mangan, Para One, Radio Slave, Audion, Soulwax, Williams,DJ T, Digitalism, entre outros...mais uma noite muito porreira no ADN, e que superou as expectativas (pelo que soube, o ADN até teve mais gente que o Design...).

Na sexta, sentia-me um bocado engripado, e o tempo estava mesmo muito manhoso, e achei por bem ficar por casa, para estar a 100% para a noite seguinte...

No sábado fui passar som ao aniversário do Bombar. Foi a 1ª vez que lá fui passar som, e gostei bastante. Bombar muito animado, completamente ao rubro, enfim, foi um 6º aniversário como manda a lei, e, da minha parte, foi uma estreia a passar lá som como deve de ser...eheheh. E , ao que me pareceu, a certa altura estavam no Bombar mais mulheres do que homens. E tive também o enorme prazer de rever as minhas queridas Sistas (já não via as 3 juntas há já algum tempo...). Comecei com coisas mais calmas, como Corner Of The Earth de Jamiroquai (o dono, o Max, é um grande fã, e achei que merecia iniciar o set com este tema...), I Can`t Help It de Michael Jackson, Stay In Bed Forget The Rest dos Deee-Lite, In Love With You de Alan Braxe & Fred Falke, Your Love de Franckie Knuckles & Jamie Principle ou When The World Is Going Down dos Police, I I I (Quiet Village Re-edit) dos Osmonds, para depois começar a enveredar por cenas mais Funk/Hip-Hop/Disco, como Step It Up dos Stereo MCs, Doowatchyalike dos Digital Underground, Know How de Young MC,Full Moon de Armand Van Helden, Little L e Deeper Underground de Jamiroquai, Play With Bootsy de Bootsy Collins, Palladium de Alan Braxe & Fred Falke, KIss de Prince, Can You Move dos Modern Romance,Backwards Is The Best Way Forward de Phantom Slasher, What I Got Is What You Need dos Unique ou Party People de Alex Gopher, Feelgood HIt Of The Summer dos !!!...depois comecei a passar coisas como Around The World dos Daft Punk, Intro de Alan Braxe, Same Men de Till West & DJ Delicious, Easy LOve dos MSTRKRFT, Galaktik Lab de Spiritcatcher, Freakin` de Marc Romboy & Blake Baxter, Far From Home (Speed Of Sexor Reprise) de Tiga, Snoop` Acid Drop aka remistura não muito "legal" dos Les Visiteurs ao Drop It Like It`s Hot de Snoop Dogg& Pharrell, Believe dos Chemical Brothers, a remistura de Boyz Noize ao Banquet dos Bloc Party, Le Grand Sommeil dos Sweetlight, Night Music de Linus Loves, a remistura de DJ T ao Mayday dos Spektrum, a remistura de MSTRKRFT ao Dudun Dun de Para One, o Raveligh Dub de Soulwax ao Lovelight do Robbie Williams, a remistura de Till West & DJ DElicious ao Tooting Warrior de Mike Monday, a remistura de Trick & Kubik ao From Disco To Disco dos Whrilpool Productions, Future de Oxia, Rok Da House do Dirt Crew, Jupiter Room de Digitalism, Rock n Roll dos Daft Punk, Ape-x de Adam Sky...finalizei o meu set propriamente dito com a remistura de Trentemoller ao Go de Moby...os temas que passei a seguir foram escolha do Max para terminar a noite...mas também eram temas de qualidade, de nomes como Jamiroquai (tinha de ser..eheheh), Muse, Zen, Terrakota e James Brown...afinal, era a festa dele e do bar dele :D. Belos 6 anos. E venham mais aniversários assim. Fica aqui um grande abraço ao Max, por me ter convidado a lá ir passar som ao aniversário. E, "last but not least", fica aqui também um grande abraço, e um enorme MUITO OBRIGADO ao Miguel Mares, pois sem ele, teria sido um pouco mais complicado fazer-se a festa...amigo, nem imaginas o jeito que a tua ajuda me deu.

A seguir fomos festejar o 16º aniversário do ADN. Já havia fila para entrar, e lá dentro estava completamente á pinha, com o pesoal a curtir de forma bastante efusiva os sons mais "breakbeat" (com alguns apontamentos mais Electro, Rock, Ska e até Techno) de Cedric Benoit (DJ Matsa não pôde vir, por motivos de força maior...mas nada disso diminuiu a intensidade da festa). O pessoal estava completamente ao rubro com as sonoridades mais "groovy" e "funky" passadas por Cedric Benoit..muita coisa desconhecida, com uns temas mais conhecidos á mistura, como Rollin & Scratch e Da Funk dos Daft Punk, Eat My Samba do próprio Cedric, Voodoo People dos Prodigy, a Atomic Hooligan Remix ao Disaster de Paranoid Jack & Robb G ou aquela "bootleg" marada que mistura Public Enemy com Rage Against The Machine...muito fixe mesmo. Pessoalmente, gostei bastante, e não achei o set nada secante (houve quem achasse, mas isso cada um tem direito á sua opinião...). Pelo meio, o Pedro Viegas e o Zé Pescador ainda passaram um disco cada um...também têm direito...eheheh. Aos sábados e em muitas sextas é normal o ADN estar bastante cheio...mas ontem pode-se dizer que não cabia nem mais uma pessoa (mas, milagrosamente, lá iam cabendo...eheheh). E há já uns anos que não saía tão tarde de lá...sinal que a noite correu mesmo muito bem...o ADN já merecia uma noite destas...mais um fim-de-semana de arromba. Belos 16 anos. E venham mais aniversários deste, que a malta quer é festa rija...eheheh. A ver se um dos fotógrafos "oficiais" das noites mais alternativas de Setúbal, o Telmo, me arranja umas fotos para colocar aqui...eheheh. (E se houver do Cravo Azul também, agradeço...eheh). E se o Simões, Pedro Tiago, Abel, etc, quiserem contar como foram as respectivas noites, estão á vontade...eheheh.

p.s. Hoje á noite, mais uma vez, Setúbal Dance Night, com a música seleccionada por mim, e com o relato da minha crónica nocturna em directo, e, como sempre, com a supervisão do Pedro Monchique e do João Moço. Hoje, por motivos de força maior, só iremos estar no ar durante duas horas, das 22 até ás 00 horas.

p.s.2 Rui, já soube da triste notícia. Os meus mais sinceros pêsames, amigo. Força.

4 comentários:

Abel Santos disse...

Parabéns ao ADN Bar e ao Bombar.
Só tenho um apontamento a fazer em relação ao set do ADN: a primeira parte q assisti do mesmo foi como o Edu descreveu - groovy e bem funky, a parte mais para o fim acho q foi muito minimal e repetitiva dentro do estilo Breaks n' Beats. Facto esse q me entristeceu bastante e me levou a sair antes do fim da sessão. Parace-me também q o ppl não estava lá muito a aderir á "seca" continuada (acho q para o fim deveriam ter tocado o Zé Pescador e o Pedro Viegas).
De resto, foi festa ao rubro !!!

Anónimo disse...

a minha noite tb correu bem!
estava com um bocado de medo por causa dos aniversários, mas apareceu montes de malta. alguns até vinham "fugidos" do bombar, à procura de mais espaço.
tb fiquei com a sensação de haverem mais mulheres que homens...
o que é que se passa em Setúbal?!
não me perguntes é o nome dos temas, porque já sabes que eu de nomes...
salvou-se não ter aparecido ninguém a pedir coisas que não lembram nem ao diabo!
fizeram-me foi uma proposta que me abstenho de dizer por aqui. depois falamos.
quanto ao adn, o homem é mesmo bom!
apesar de não ser a minha musica enquanto estive por lá, fartei-me de curtir! e só abandonei o barco por motivos de força maior...
tb ouvi uns quantos a reclamar da musica, mas pertencem ao grupo "musica para cotas", azar o deles.
beijinhos e abraços!
mister simon
http://derterrorist.blogs.sapo.pt

Anónimo disse...

parabéns ao bombar eheh e ao adn ehehe este blogue faz mesmo muita falta ehehe e tem imensos risinhos ehehe

Electrobot disse...

eheheh ;P