domingo, junho 04, 2006

Crónicas Nocturnas # 76

Agora ás quintas, lá voltei à monha residência semanal no ADN, que esteve bastante animada, com o pessoal a gostar bastante do som passado, e mais uma vez lá voltei a ter uma ajudinha do Abel...eheheh.

Na sexta comecei a noite no Baco, com o Papal a passar som, que iniciou o set dentro de uma onda mais "Chill-Out", evoluiu para uma onda mais Drum n Bass, e depois entrou por uma vertente mais Progressive Trance...Baco bastante animado, com montes de pessoal na rua ( inclusive eu e pessoal amigo com quem estava). Finalmente chegaram as noites quentes de Verão...eheheh. Estive também um bocado no Bombar, que também estava porreiro, e onde se ouvia um Deep-House agradável.

De seguida fui para o ADN, onde estava o Del Costa a passar som. Quando entrei ouviam-se os Depeche Mode, uma das bandas favoritas dele. Quando entrei a casa ainda estava calma, mas cedo foi ficando composta, até que de repente quase não tinha espaço para me mexer. o Del Costa esteve mais uma vez em grande forma, e presenteou-nos com uma viagem musical por diversos estilos...ouviram-se coisas como Arquipélago de Gui Boratto, Mandarine Girl dos Booka Shade, Saved At Sunset dos Telegraph (aka Oh Superman dos M.A.N.D.Y.), Amor e Paixão dos Herois do Mar, Together In Electric Dreams de Giorgio Moroder e Philip Oakey, Enjoy The Silence dos Depeche Mode, Adyra dos Duoteque, Shook Me All Night LOng dos AC DC, a remistura de Boys Noize ao Banquet dos Bloc Party, Higher State Of Consciouseness de Josh Wink, entre outras coisas que não reconheci...ADN ao rubro.

A paragem seguinte foi o Clubíssimo, que, apesar de estar a meio-gás, se encontrava animado, com o pessoal a dançar ás sonoridades passadas pelo Roger Urb. Um set bastante "groovy", onde o Roger Urb deu vazão ao seu lado mais Electro e Techno, e do que ouvi, só reconheci os temas Punch Drunk e Mouseville`s Theme, ambos de Cirez D. Por assim dizer, um Roger Urb de regresso ás raízes.

No sábado fui ao jantar de anos de um grande amigo meu, que foi no local onde era o Leo Taurus, e onde se come bastante bem. Aconselho.

A seguir fui passar som ao Baco, e foi mais uma noite que me correu bem (apesar de por vezes os malandrecos dos CDs não quererem cooperar...nada que uma certa insistência não resolva...eheheh). Baco bastante animado, sobretudo na parte de fora (com o calor que estava, não censuro ninguém, se lá estivese como cliente também ficava na rua...eheheheh). Passei coisas como Soul Makossa de Manu Dibango, Funky Nassau de Ray Munnings, Disco Dementia de Ray Mang, , Roh de Headman, Electric de Eyerer & Chopstick, The Acid Never Lies dos Riot In Belgium, Rock Da House e Transit dos Dirt Crew, Impact Disco e I Need de Marc Romboy, NUF dos M.A.N.D.Y., Adyra dos Duoteque, a renmistura de Playgroup ao Soul On Ice dos Yello, Pinball do Williams, Discopolis dos Lifelike, entre outras coisas. Finalizei o set com os temas Sweet Dreams dos Eurythmics e Heart Of Glass dos Blondie.

A seguir fui para o Clubíssimo, que já se encontrava composto, e com o DJ residente, o Safara, a passar um excelente som, a "aquecer" o pessoal para o set de Ben Fat Trucker, um dos elementos da dupla Gucci Soundsystem...Riton não veio, porque, ao que parece, estava doente...Mas não foi por isso que a noite deixou de ser boa, e Bem Fat Trucker não deixou o seu crédito por mãos alheias. A pista estava a ficar cada vez mais cheia quando Ben Fat Trucker entrou, e o pessoal esteve sempre bastante animado praticamente até ao fim da noite. Passou coisas como Sozinho de Gui Boratto, Lose Control de Darkmountain Group, Rej e Where You At de Âme (no últino com a participação de Henrik Schwarz & Derrick Carter), as remisturas de Carl Craig ao Falling Up de Theo Parrish e ao Relevee de Gavin Russdom & Delia Gonzalez, Wrong Galaxy de Shit Robot, This Is Sick de Solid Groove, Zdarlight dos Digitalism, Bongo Song de Zongamin, Signal Failure dos Padded Cell, a remistura de Jesper Dahlback ao Jack 2 Jack dos Panash, a remistura de Abe Duque ao Lumma Del Verano de Claudio Alvarez, a remistura de DFA ao Slide It In dos Goldfrapp, a remistura de Trentemoller ao Want 2/Need 2 da Sharon Philipps, entre outras coisas desconhecidas. Gostei daquele tema meio "rockeiro", que mais parecia o tema Rocks dos Primal Scream (a cadência era muito parecida) misturado com a remistura de Erol Alkan ao Do You Want To dos Franz Ferdinand, e o mais provável é até ser uma remistura do Erol Alkan a um tema de uma qualquer banda. Finalizou o set com um tema clássico, mas cujo nome não me estou de mom,ento a conseguir recordar...Mais uma grande noite no Clubíssimo, com bom som, bom ambiente, o pessoal muito divertido...Venham mais noites assim.

16 comentários:

OMEN ou BESTA 666 disse...

Boa Noite.e porque amanha´e dia 6/6/06 o prefaz 666 o numero da Besta ou OMEN cm preferirem,aconselho assim visionarem o Codigo Da Vinci para q percebam quem é o OMEN.Mas eu nao venho aqui para falar de Cinema,venho falar sobre a noite de Setubal e nao so.Comeco entao pelo nao so.Ontem descansado numa grande noite de calor,estava eu mto bem descansado no meu quarto a descansar de um fds estafante de copos a fazer um zapping na minha stereofonica aparelhagem,qndo para, meu espanto, o meu cantante pára numa estacao de radio de setubal e q para ainda maior espanto meu em plena noite estava a bombar um alto som.Nao pensei duas vezes sequer em mudar de estacao,estava completamente parvo,ja para nao dizer um nome pior, cm aquela visao radiofonica e continuei a ouvir o programa da Radio em questao.Para espanto meu ouvi a voz de quem menos pensava,q ate julgava ter ja sido dado cm desaparecido do esquema musical sadino,o Dj Monchique e outro rapaz q coitado,voz ate tem,mas temn de renovar os stock de piadas,pq as q deu ontem,meu amigo,cm ja vi aqui escrito neste blog,DEDICA-TE A PESCA.Falaram sobre um dado mto interessante, os djs do Barreiro em Setubal q friso cm ja frisei num comentario meu anterior, nao andam por ca a fazer nada q os ca estao fazem.Acho q ja chega de darem cabo da carola ao Dj Mané,sinceramente ja chateia,o rapaz nao faz mal a ninguem,pode é comer as namoradas de alguns q possivelmente possam ler este blog e nao sabem.NUNCA DIGAM NUNCA!!!Agora no Sabado soube atraves de uma recente vedeta no Mundo das Boys Band q o Spy ia encerrar as suas portas no proximo Sabado???E verdade???Se é é mto bem feita...ora a esta hora o outro q mtas vezes deve ter rapado os pelos ao Joca,o tal de Gamito, se deve estar a rebolar de contentamento,ora afinal nao e so ele q fecha as grandes casas, o Vitor Gaio tambem.Mas nem td sao preocupaçoes
grandes eventos se avizinham no recem nascido Clubissimo aka MProject, q por acaso faz hj um mes de existencia, por la vao passar grandes Dj's neste mes de Junho mantenham-se atentos pq eu tb vou estar atento a td ao q se passar a minha volta.E por estar atento,antes de finalizar,deixem -me dizer-vos q o Dj Roger Urb q neste fds esteve no MProject, estava em pleno Design Cafe a curtir a grande o Mancha e a Nodoa a passarem som,onde isto ja chegou.Pelo menos este nao critica a onda comercial ao invés desses pseudo Artistas do Electro (salvo raras excepçoes).Abraço amigo do OMEN ou BESTA cm quiserem.Ate mais ver...

Victor Gaio disse...

Sou leitor assiduo deste blog não pela independencia ou isenção que deveria pautar qualquer "crónica nocturna" mas sim para tentar perceber os gostos e as cabeças das pessoas que ainda frequentam a noite de Setubal. Apesar de por diversas vezes por aqui terem aparecido alguns comentários assinados com o meu nome, esta é de facto a primeirissima vez que o faço e isto porque de facto estas crónicas de tricas e mechericos mostram porque de facto as pessoas cada vez menos saiem em Setúbal e vão para sitios como o HK, Kaxaça, e outros ainda mais deprimentes. Não estranho contudo que os clientes de Setúbal vão para Lisboa e arredores, porque desde sempre esta rapaziada teve o complexo da provincia, Lisboa para eles é a referência, pagam á porta bebem marteladas ouvem o que não gostam......mas estão a sair em Lisboa....fashion e tal....Este fenómeno não é novo, já o havia na altura do Seagull. Este sim, seria um assunto curioso de se debater neste blog e não o rapar dos pelos do Joca ou quem fecha ou quem abre. O mercado é mesmo assim, tem altos e baixos e só quem cá trabalha é que sabe o que custa ter uma casa aberta e "levar" com os suspeitos do costume, os crónicos das borlas, e ter ainda assim a coragem de promover negócios de largas dezenas de milhares de contos numa cidade abandonada e que a própria autarquia (através do vereador André Martins) quer ver aniquilado de facto para que a pouca gente que ainda por cá sai vá para o Montijo. Este sim, penso eu que deveria ser motivo de reflexão nestas crónicas e juntos tentarmos compreender e contrariar este facto. O aumento dos clientes que por cá ficassem provocavam o aumento de receitas nas casas e consequentemente o aumento da qualidade que os empresários poderiam oferecer e assim este efeito bola de neve traria de novo a esta cidade a noite que já teve. Pessoalmente acho que a linha escolhida pelo Clubíssimo merece o meu total aplauso pela coragem e pela qualidade num segmento que apostaram e que muitos não poderiam dantes usufruir. O meu aplauso para o Rui Fortuna pela categoria e a simpatia que dá a cada copo que serve. O meu aplauso ao Absurdo pela competencia e sobrevivência que tem sabido manter. O meu aplauso a todos aqueles que ainda têm a coragem de saír na terra com uma das baías mais belas do mundo. O meu aplauso a todos os que se preocupam e que querem melhorar.
ah.....e até breve

jorge batista disse...

vejo no clubissimo um espaço que vai evitar eu ir mais vezes a lisboa...
o spy vai fechar!!!AHAHAHAHAHAHAH

Anónimo disse...

podias escrever para a caras...
fazia-te bem ao ego!

Anónimo disse...

é lamentavel o fecho de mais uma discoteca em setubal. Estamos apenas reduzidos ao clubissimo que por acaso parece estar no bom caminho... mas....é muito pouco para a nossa cidade.

Electrobot disse...

Primeiro que tudo, fico muito contente por saber que o Sr. Vítor Gaio é um leitor habitual do meu blog. E que desde logo reparei que o que assinava como Vítor Gaio era um impostor, daí o tom jocoso com que abordava esses tais comentários...

Quanto ao facto de as minhas crónicas serem ou não isentas e independentes, apenas me limito a relatar o que vejo ou sinto. E se um sítio passa o que eu considero música de qualidade, é normal que tenha tendência a falar bem do sítio em questão...

Quando eu e o Jacque iniciámos este blog, não se passava quase nada aqui por Setúbal...aliás, ese ano de 2004 foi para mim um dos piores de sempre em termos de noite em Setúbal. As escolhas aqui por Setúbal nunca haviam sido muitas, mas neses ano...nunca fui tantas vezes ao Lux e ao Opart como nesse ano...E garanto-lhe que o ir para Lisboa, no meu caso pessoal, não tem nada a ver com o "complexo de província", simplesmente tinha de ir para Lisboa ouvir a música de que gosto, já que em Setúbal, se não fosse eu (e um conjunto na altura bastante restrito de pessoas) a passá-la, não a ouvia em lado nenhum.

Felizmente que entretanto as coisas a partir de 2005 começaram a melhorar, e que agora em 2006 posso dizer que praticamente não sinto necessidade de sair daqui para fora para ir ouvir a música de que gosto. Não quer dizer que ocasionalmente não vá a Lisboa ou a outros sítios para ir ouvir certos e determinados nomes (este mês irei em princípio ao Lux ver tanto o Derrick May como o Trevor Jackson), mas certamente que cada vez menos irei para outros sítios, caso o estado de coisas se continue a manter. Não tenho problemas em admitir que estou muito contente com a volta que isto deu, e até acho que existe condições para se começar a trazer de volta esse suposto grupo de pessoas que já não sai em Setúbal, e quiçá a atrair também pessoal de fora de Setúbal.

Em relação ás pesoas saírem cada vez menos em Setúbal e preferirem ir para o Montijo, Barreiro e LIsboa, eu acho que isso é devido á uniformização e falta de ideias da noite em Setúbal, em que se me vendassem os olhos, e me levassem para a Avenida, eu não saberia distinguir nenhum bar, porque todos passam a mesma a música. Se calhar se abrissem bares com uma atitude e política musical mais arrojada, se calhar havia muita gente que ficava por cá...em vez de se estar sempre a abrir casas que são mais do mesmo...Porque é que o X-Tra Café fechou? E o que o distinguia de bares como o Avenue ou o Very-Light e restantes bares da Avenida? Essa é a pergunta que se deve de fazer...E porque é que bares mais alternativos se aguentam abertos por muito mais tempo? O La Bohémme já está aberto há 17 anos, o ADN há 16 e o Baco vai fazer 10 anos...

Em relação á situação do Spy, de estar ou não á beira de fechar, já disse tudo o que tinha dizer em comentários anteriores, nos quais não tive intenções de ser destrutivo, apenas mostrar o que, na minha humilde opinião, falhou.

Electrobot disse...

Não estamos bem reduzidos ao Clubíssimo...a verdade é que o Design e o Orixá acabam por funcionar como discotecas...Mas de qualquer maneira, isso do Spy não passa, até agora, de um boato...

Boiado disse...

playlist desta semana:
01.JIMPSTER - "Left & Right" (feat Capitol A) (Freerange)
02.DOOB - Princess "Princess" (U Key disco remix) (In Phusion Germany)
03.Robb feat MARY EDWARDS SCOTT- "Anything Like You" (Nwachukwu's New 4ours version) (Sunshine Enterprises Austria)
04.BIG BANG -"Dancin' Nights" (Arision)
05.Nino Moschella- "Better Off" (Ubiquity)
06.BORSU, David -"Hosanna" (Counterpoint)
07.ROOT 70 -"Designer Groove" (Nonplace Germany)
08.KELLEY POLAR QUARTET - "Parlour Games"(Environ)
09.Metro Area - "Soft Hoop" (Source)
10.Alexander Robotnick- Ciucci Kola (Scatalogics)
11.GOAT DANCE -"High Voltage" (Bear Entertainment)
12.Rekid - "Nite" (Soul Jazz)
13.Theo Parrish - "Levels" (Sound Signature)
14.MEIKBAR - "Feelings" (Rushhour)

Electrobot disse...

Este comentário do Ricardo Amaral apareceu agora no cardápio nocturno de há 2 semanas, e para que não fique perdido, decidi pô-lo aqui também, porque acho que também é interessante para este debate que aqui se criou...

"O M PROJECT não tem que meter medo a ninguem, e muito menos pode ser comparado ao LUX, é que nem se aplica o caso de que alguma semelhança possa ser coincidencia... Axo incorrecto falar como falam de metade das casas da noite de setúbal, todos tem q explorar um mercado comum, nestes tempos, o MXL vai à frente porque foi capaz de criar mais soluçoes para isso, é um facto que todos os reinados sao ciclicos... e nunca se esqueçam que os bares e as discotecas sao uma empresa criada para gerar lucro e nao keiram comparar as margens de lucro de um M project hoje com os lucros de 1 spy À um ano atrás...
É preciso nao esquecer que alguns empresarios que hoje estão em baixo, são os que ontem impulsionaram e criaram a noite em setubal... esses já Facturaram akilo que o M PRoject nunca facturará o mesmo que um capitão gancho. E disse :)

posted by Ricardo Amaral"

Anónimo disse...

Porque é que será que depois de uma das melhores festas de sempre no spy -> RUI VARGAS & DEL COSTA, nunca mais o del costa voltou ao spy???? Nem nunca mais nenhum dj de renome voltou ao spy????

Os insucessos nao acontecem por acaso...

Dj Pedro Monchique disse...

Eduardo,venho aqui pedir-te um especial favor.Como ja te tinha dito anteriormente,vai ser realizado um debate promovido pelo programa de Radio ''Setubal Dance Night''onde estes assuntos q estao a fazer correr alguma tinta no teu Blog vao ser Debatidos.Os Djs, os Encerramentos etc e tal.Vamos tentar fazer uam reuniao de opinioes e debate-las.Apesar do Debate ainda nao ter data e sitio marcado,agradecia se pudesses q me ajudasses neste assunto,visto q o teu blog tem sido um excelente veículo de conhecimento das mais diversas opinioes sobre a noite de Setubal e mtas outras coisas mais.
Grande Abraço Dj Pedro Monchique

HK ómano disse...

A questão dos Djs de renome : Aconteceu em tempos no .Club (ex Clubissimo) aconteceu no Mecca, depois no Spy e vai acontecer no MProject: onde ha ratos sem escrupulos as pessoas fartam-se
LOL. HK sim, é a serio e gente dessa estirpe não entra nem vigariza

Electrobot disse...

Monchique, quando quiseres, é só avisar...convém é ser num dia em que eu possa ir...eheheh.

HKómano, a questão aqui não é o ser-se DJ de renome, mas sim o facto de se ir buscar DJs a outros lados, quando aqui em Setúbal existe quem faça tão bom ou melhor trabalho que esses.

E não percebo porque é que o M Project e o Mecca foram para aqui chamados...o M Project (e o Mecca quando estava aberto) funciona com DJs residentes cá da zona, apostando também em DJs convidados, o que é normal em qualquer clube de teor mais "underground". Torna as coisas mais dinâmicas.

E sinceramente, para mim, e tendo em conta o que ouço e leio acerca do HK, parece-me tudo menos uma discoteca de referência.É verdade que nunca lá pus os pés, mas também não tenho interesse nenhum, é um tipo de casa que sei que não iria gostar...

Anónimo disse...

o HK é a sério?!?!?! AHAHAHAHAHAH, que eu morro de tanto rir.

O HK deve de ser das piores discotecas a que já fui na minha vida. Desde o "staff", ao ambiente,aos clientes que asassinam outros clientes devido a cenas que se passam lá dentro, e aos DJs, que há anos que não devem de comprar música nova, e só passam tribaladas e comercialadas AHAHAHAHAHAH. E aquela voz a dizer no meio das músicas "This Is Hacienda Klub" AHAHAHAH. Demais. Ainda por cima desrespeitam o nome Hacienda.

HK = VÓMITO

Bruno Silva

Nódoa disse...

ápá time, mas agr tb és dj de renome LOL ?? compra mas é um espelhito man, observa bem, tas td kitadinho, td keimadito. olha prós after do Karma café e vê o k são noites com bués de onda. tu só te penduras nas cenas k trazes pra meteres os teus "gigs" ou será "pregos". Sound Planet e In Locco, sim trouxeram ppl á maneira e agr no Roxy tb. O ppl lá curte na boa, n tem k meter cenas pra tar bem.

Roger Urb disse...

QUOTE"E por estar atento,antes de finalizar,deixem -me dizer-vos q o Dj Roger Urb q neste fds esteve no MProject, estava em pleno Design Cafe a curtir a grande o Mancha e a Nodoa a passarem som,onde isto ja chegou"

UI
VIRAM-ME!!!
Por acaso fui la parar por engano na festa de aniversário de um amigo meu.E para espanto meu assim que entro oiço The Shipment - The Colombian Drum Cartel - Copyright, que por acaso até toco...... a partir dai ja nao ouvi nada de jeito, mas nada contra o que vcs apelidam de "Comercial". Acho tb que é mais que saudavel, todos nós que trabalhamos na noite, apoiarmos, criticarmos, e assistirmos-nos uns aos outros.