terça-feira, junho 13, 2006

AVISO IMPORTANTE

Hoje apaguei 2 comentários, que teriam supostamente sido proferidos pelo DJ Time e pelo Rui Pedro, mas que na realidade não o foram. Ambos me contactaram de imediato, a dizer que, para além dos comentários não terem sido escritos por eles, nunca seriam capazes de afirmar o que ali foi afirmado. A culpa é sobretudo minha, porque antes de permitir a publicação de tais comentários deveria tê-los contactado primeiro para me assegurar que tinham sido eles a escrevê-los. Como devem de deduzir, sinto-me muito mal e muito envergonhado com esta história toda, e com a fraca capacidade de discernimento que aqui demonstrei hoje. O meu mais sincero pedido de desculpas a todos os envolvidos, e tentarei por tudo e todos os meios ao meu alcance, evitar que situações tão embaraçosas como esta se voltem a repetir.

5 comentários:

Victor Gaio disse...

Ainda em relação a algumas dúvidas sobre a questão de horários: Continuo a achar que todos os bares e discotecas devem ter horário a negociar com a Câmara e continuo a achar que os mesmos também devem ter alvará/licença de utilização. Na entrevista que dei não disse que se deveria fechar uma unica casa, disse sim que todas elas deveriam pagar o que eu tive que pagar para ter as licenças todas. Afinal a mim tudo foi exigido e aos outros nada ?? É uma questão de legalidade, nada mais

Print screen disse...

concordo absolutamente com o exmo sr Victor Gaio, no que diz respeito ao funcionamente e licenciamento dos bares e discotecas. É exigivel, regulação.
o proprio clubissimo, que é a discoteca que funciona melhor neste momento, só começa a ficar cheio a partir das 3h, tudo por causa do horario dos bares.

Roger Urb disse...

Não tendo nada a ver com este topico, mas seguindo o raciocinio do Sr.Vitor Gaio, em relação aos horarios dos estabelecimentos, existe na minha opinião um problema com vários anos que é o seguinte:
Muitos bares acabam por funcionar como Discotecas, por estes mesmos terem horários extendidos até as 4 da manhã, quando na minha opinião, deveriam ser limitados até ás 2. Isto "sempre" foi assim, e depois as discotecas, que eram supostas estar cheias as 3 da manhã, estão vazias, e só vêem a maioria dos clientes chegar a partir das 4.30, 5 da manhã.Ora se estas têm que fechar as 6, resta pouco mais que uma hora para trabalhar......Não sei se o Sr.Gaio partilha da minha opinião,mas calculo que sim.Não sei tb se este assunto ja foi abordado aqui ou não.
Criou-se este culto de sair tarde, e cada vez mais tarde, que eu não partilho, compreendo, ou aprovo.
Da ultima vez que estive em Inglaterra, foi um prazer jantar as 7 da noite, estar num bar cheio de gente a partir das 9, e entrar na discoteca para trabalhar, as 11....
Enfim este é um problema na minha opinião grave, mas não sei até que ponto será reversível.

Victor Gaio disse...

Caros "Print Screen" e "Roger Urb".
De facto a questão de horários é um assunto que preocupa pois tende a acabar com as discotecas em Setúbal e quando vier um Executivo Camarário sério, nada populista e da esquerda de champanhe como o que lá mora (na minha opinião), então será reposta a ordem no que concerne a horários e alvarás mas será tarde demais porque entretanto as discotecas ja faliram, fecharam ou transformaram-se em casas de "meninas". Só em Setúbal isto se passa, é o Texas, a anarquia o virar de costas a um segmento de mercado que emprega muita gente e como 1º emprego, e que dá muito mas mesmo muito dinheiro ao Estado. Mas não só a questão dos horários me preocupa, mas também a questão das licenças/alvarás. Actualmente na nossa cidade quem tiver espaço pode abrir, a Câmara desconhece que abriram algumas casas na Guilherme Gomes Fernandes, na Rua do Tucano e algumas delas (por cima da Bóia por ex) falam logo em funcionar até ás 6-7 horas como Discoteca.....sem saídas de emergência, sem uma estrutura para estabilidade do 1º piso que permita suportar um peso/m2 que permita uma segurança para o cliente. No dia em que um 1º piso cair (como no caso do infelizmente célebre casamento em Israel) se tomarão medidas exarcebadas certamente e manifestamente carregadas de um fundamentalismo tipico do "casa roubada trancas na porta". Mas não é só a estabilidade e as saídas de emergência, há também a questão da insonorização, da renovação de ar obrigatória nestes espaços (minimo 2.000 m3/hora 10-20 renov/hora de acordo c/dimensões)e a renovação é bem diferente de ter só ar condicionado (que climatiza com o ar existente, não renovado, e carregado cada vez mais com CO2)e outros. Todos estes items me foram exigidos pela Câmara e custaram muito muito dinheiro que poderia ter poupado á semelhança das outras casas que estão abertas até ás mesmas horas que eu estava. Mas ha aqui uma questão mais delicada, muito mais importante que os horários, ou que as licenças. Sabiam que por cima do restaurante "Grelhador da Doca" moram dois idosos com perto de 80 anos e que a casa dá pras Docas e o quarto onde eles dormem dá para a Rua do Tucano. Sabem que estes idosos têm ido á Câmara quase todos os meses, desde ainda o mandato do PS, para que esta apresenta soluções, pois eles não podem dormir ao fim de semana. Dantes era o KGB do outro lado da rua, agora até têm bares abertos paredes meias com o seu quarto, o "Dose Certa" e os outros 2 que não me recordo o nome. Os velhotes têm que ir dormir ao fim de semana para uma garagem, dentro de um atrelado..... Deixo aqui a questão : Se estes idosos fossem vossos pais ou avós ?? ficariam impavidos e serenos perante tal situação ?? Á Câmara eu cheguei a propor um realojamento aos fim de semana para eles, ou uma mudança efectiva a assim os bares não imcomodavam, mas estes assuntos não dão votos. Daí que eu tenha dado a entrevista ao jornal de setubal, tão criticada pelos meus pares, se bem que com um texto não conferido por mim e que não espelhou de todo o contexto que eu queria focar. Mas olhemos para o estado desta cidade.... não é só á noite. Portugal é o cu da Europa e Setúbal é o cu de Portugal e muito devemos agredecer a estes executivos que não são da cidade, que são profissionais, carreiristas, e que para o ano vão para outro cargo, noutro lugar. A questão fulcral é que os Setubalenses formem listas suprapartidárias, de quem adora a sua cidade como eu e vocês certamente e levemos por fim este "paraiso" onde ele merece estar de facto: no topo das regiões de turismo da Europa. Deveriamos fazer um Forum pra discutir estes assuntos.Um abraço para todos

Nuite disse...

Aviso Importante ....
É bom encontrar amigos :)

Beijinhos

Ana ou Nuite