segunda-feira, abril 20, 2009

Crónicas Nocturnas # 132

Bem, e este sábado lá fui "manifestar-me" um pouco. E, resumidamente, foi assim :

- O Pedro Goya, o Nuno Di Rosso e o Rogério passaram (como sempre) boa música (bom House e bom Techno). O Eyptin Wholi também se deve de ter portado bem, mas como não o ouvi...

- Infelizmente, não apareceu muita gente, mas também com a falta de publicidade, não se podem esperar milagres. Não percebo porque nem ao menos nos sítios chave deixaram um cartaz...Vá lá que o ambiente (?!?) até não estava mau de todo (exceptuando duas personagens que por lá andavam...mas verdade seja dita, se a casa estivesse mais composta, nem se dava por eles...mas assim...).

E pronto, é esta a crónica nocturna possível...

19 comentários:

Anónimo disse...

sim ..publicidade a manifestos NEM VELA!.. . agr se for pete tha zouk ohh siim isso interessa ..é ó molhe aií espalhado

Anónimo disse...

realmente é triste ver-se coisas destas acontecerem!
Eu nem sabia que o di Rosso ia ao clubinho!
De qualquer das formas acho que os Manifesto teem feito coisas muito engraçadas até e com muitos bons cartazes...

mas setubal...n tem gente pra isto...infelizmente é mt tacanha esta terra

Maria disse...

E eu que fui lá sexta por volta das 4 e pouco e dou com aquilo fechado ?!?

O que se passa com esta cidade ???

Anónimo disse...

Há aos molhes porque a festa não é da casa.....
devem andar os promotores a fazer essa publicidade......

Electrobot disse...

Maria, essa é uma história engraçada. Ao que parece, era a festa de anos da suki, mas nem a própria apareceu. Isto anda bonito anda.

Anónimo disse...

VOLTA ADN ESTAS PERDOADO..inda me ia eu keixando que devia haver mais diversidade no adn..no fim das contas era e pensso eu ke volte a ser em breve a UNICA CASA em setubal...

Anónimo disse...

olha outra casa a fechar não tarda muito..sabado deve tar cheio por causa do outro ze da zoukaa...mas passado 1 semana ta na merda outra vez..e quero ver a clientela nesse sabado..imagino....

Anónimo disse...

Ai ADN ADN por onde andas..:( :( :(...volta........................

Anónimo disse...

pois é meus amigos falhou a publicidade em manifesto mas pedro goya ao mais alto nivel vai mais uma vez manifestar-se com full metal funk e publicidade nao há-de faltar, agora ás más linguas atrevam-se e apostem voces na noite de setubal ou entao calem-se e apoiem alguem que ainda tenta fazer algo por vós.....
Ass: alguem que gosta desta merda

Azelpds disse...

Tenho pena de não poder ir mais vezes a setúbal, ficando um pouco mais 'à frente' de cada vez que vou fazer uma visita ao meu pai. Mas, quem sabe se faça por lá outra jantarada em 'breve', apesar das constantes notícias da violência na zona, mas também, por aqui é igual.

Muitas das vezes, o que leva uma casa a ter mais ou menos pessoas é realmente a PUB que se faz e não os nomes, a não ser que estes últimos tenham peso claro.

Aqui já são pontos de vista, mas acho que tanto a casa como as pessoas que vão lá tocar, participar, etc, 'devem' tentar ajudar nisso da PUB, juntar esforços.

Mas também, acho que a questão da situação do país (cliché ya...), a altura do mês e afins, também afecta um pouco as pessoas sairem ou nem por isso, fora o tempo que não estava lá muito apelativo e questões como as pessoas puderem estar saturadas de sair para os mesmos sítios ou isso who knows.

Aqui (Cacém), pelo menos é um pouco assim, se bem que a oferta por cá também não ajuda a chamar pessoas diga-se em abono da verdade. Infelizmente, o pessoal tem tendência a dispersar e não junta esforços, o que a dada altura me levou a fazer noites sozinho e não arranjar mais noites para ninguém como fazia antes. :p

E com isto tudo, fica uma pergunta por curiosidade, já que estou em processo de reboot a nível de noites e porque separo a minha onda mais electrónica da outra que abrange mais géneros.

Qual é o tipo de sonoridade que se aposta mais no Baco actualmente?

Anónimo disse...

O Clubinho ja ha muito q está condenado lol

Anónimo disse...

Atira-te à doca mano voçes não fazem as coisas como devem de ser e depois querem que o pessoal adivinhe que as coisas acontecem. Publicidade é o factor mais importatnate para um evento deste tipo, se falharem essa tarefa é claro que se arriscam a levar com um fracasso em cima, que por vezes até culpam as casas, mas neste caso a falta de eficiencia é mesmo dos promotores.
Abram a pestana que já têm idade para isso.
Continuem a apostar na cidade de Setúbal mas não pensem é que isto vai tudo bem e o pessoal tem dinheiro para sair todos os fins de semana. A escolha de uma boa data é igualmente importante.
Dito isto, e ficando na esperança que algumas palavras do texto acima escrito sirva para que aprendam algo, desejo-vos que corra tudo bem na proxima vez.
Um abraço a todos!

Anónimo disse...

se o manifesto nao tem estaleca pra encher casas ..Obvio q vai tar cheio na noite do zouk e na semana a seguir nao,querem o clubissimo cheio e animado?? tragam os dj's q os miudos querem,lidem com a realidade,nao repitam conseguentemente as vossas festas com a vossa musica ..ainda n apanharam a cena '? .. .com esta casa sempre mas sempre foi assim

Electrobot disse...

Azelpds, os estilos sonoros em que mais se tem apostado nos últimos tempos tem sido no Rock (Indie/Alternativo), Funk/Soul/Disco, Deep-House, e ás vezes Ska, Reggae, World Music...está-se tentar evitar ondas puramente electrónicas, até porque se notou que a malta andava a ficar saturada disso, e por vezes atraia pessoas que não interessavam muito...Também depende da sensibilidade dos DJs, que até poderiam passar cenas mais electrónicas (os que estão nessas ondas...) na altura certa ou conforme a leitura das pessoas que estão na casa, mas nem todos a têm...

Azelpds disse...

Thx pela resposta. :)

A minha onda não focada na electrónica, que é a que faço mais vezes, passa um pouco pelo que descreves, onde toco vários géneros (indie/alternativo é um dos focos, assim como a tal promoção das bandas com quem falo ou me mandam discos), incluindo coisas electrónicas mais softs ligadas em muitos casos ao que hoje em dia resolveram chamar de indie (simian mobile disco, etc), que no geral passo quando vejo que a casa dá para isso.

Apesar de ter o meu cunho pessoal e linha sonora, basicamente funciono com as casas e os clientes, já que não faz sentido insistirmos em algo que não está a resultar ou que não tem a ver com uma casa, o que pode ser uma das vantagens de gostar-se de várias coisas e ter à vontade com isso, o que não quer dizer que se faça tudo o que os clientes querem, mas se tivermos na hora algum disco que se adeque melhor a certas situações, acho que só fazemos bem em usá-lo.

Agora a pergunta normal, é se existe interesse em fazer-se uma noite à experiência no Baco? Ou se já têm pessoas muito fixas na agenda, ou apostam mais em pessoal local da zona de Setúbal?

Isto pode parecer algo repentino, mas..., lá está, gostei da outra vez do artigo e gosto do que se vai falando por aqui, com a minha decisão das noites a passar lógicamente por esta perguntas, por mais estranho que isso possa parecer já que nem sequer falei ainda a esse respeito sobre voltar a fazer noites com pessoas de lisboa, daqui do cacém ou isso. :)

Electrobot disse...

;)...depois falamos.

Azelpds disse...

Ok. :)

Tiago disse...

Espero k o proximo manifesto esteja melhor a nivel de pessoal pk merece todo o respeito entre os setubalenses e nao só...boa musica, bons dj's...só falta a boa casa...mas isso agora com os full metal funk já dia 2 maio, espera-se casa cheia (espero eu).Continuem com os "manifestos" pk é lufada de ar fresco para a cidade.abraços a todos.

mad cow disse...

Pois, talvez o problema de Setúbal não seja este tipo de festas, mas a população em si. Talvez 80% não esteja para aí virado, talvez remar contra a maré seja uma acção de louvar, mas já deu para ver que é raro o caso de sucesso. Melhores dias virão, so I hope.