quinta-feira, janeiro 08, 2009

Cardápio Nocturno

Quinta, 8 de Janeiro :

- DJ JP aka Pestana @ CLUBOUT

- Les Petits Pilous, Bandido$ & Double Damage @ Lux, Lisboa - Titan Thursdays

"Em Lisboa, no Lux, trazemos, de França, os corrosivos Les Petits Pilous. Com Bandido$ e Double Damage, será certamente uma noite para temer, uma promessa de decibéis descontrolados pela pista de dança, ambiente de peso sonoro, tudo direccionado para a dança energética. O frio fica lá fora.
(trazer tampões para os ouvidos)"






Sexta, 9 de Janeiro :

- Eduardo Martins @ Baco

- Abel Santos @ Tasco do Kaneco

- Pedro Lontro @ Art Kaffé

- Alexandra Boga (apresentação ao vivo do álbum de estreia) @ Academia Problemática & Obscura

" Sol nas Veias é o álbum de estreia de Alexandra Boga, cantora e compositora açoriana, que teve como inspiração para este seu trabalho a música tradicional açoriana, música
world e música portuguesa. As letras retratam, por vezes, cenários ilhéus, e também recantos imaginários que representam o sentimento e a natureza humana, assuntos que
tomam forma através de uma sonoridade onde a voz é o instrumento principal, acompanhada de instrumentos tradicionais como o bandolim, o adufe e a Viola da Terra.
"


- Suki, Sir & DJ JP aka Pestana @ CLUBOUT

- Rub N Tug @ Lux, Lisboa


Sábado, 10 de Janeiro :

- Ruben @ Baco

- Rui "Ratto" @ Tasco do Kaneco

- Pedro Lontro @ Art Kaffé

- 4Sixties & Crazy Diamond @ Sociedade Capricho



- Nuno Grassa, Mystic Ashram, Mr.B @ Club In/Clubíssimo

- IMA UK & Miro Ronhez @ CLUBOUT/Clubíssimo





- Xinobi, Cpt. Luvlace & Mário João @ Mini-Mercado, LIsboa - D.I.S.C.O. Texas Night

" Sábado, fazemos o já habitual convívio, em formato familiar, no Mini Mercado. Desta feita o convidado é o senhor não-me-consegues-rotular Mário João. Do rock à música de dança, sem barreiras entre o velho e o novo, MJ vem mostrar o que aprendeu nas aulas de história musical. Para completar o cartaz, o sempre fiel Cpt. Luvlace irá fazer-vos transpirar e Xinobi oferecer-vos-á a piscina para se refrescarem (bem cedo, a abrir a noite)."



- The Scene @ Ko-Zee Club, Lisboa

"Bom ano a todos os bailarinos!




Obrigado pela vossa contínua presença nas nossas festas, a segunda edição do The Scene foi um sucesso e já estamos a mexer-nos para voltar a ter aquela vibe mágica na terceira instalação.


É verdade, em Janeiro (e por causa das festividades) a data será este sábado, dia 10 - e não a uma sexta. Tudo para que vos seja mais fácil comparecer. Vamos continuar a fazer desta a noite com melhor música de Lisboa, e com o público mais especial, cheia de momentos e temas históricos. Dos clássicos dos clássicos, ao universo mais interessante do presente momento musical, muita música original inédita (o Vitor e Ka§par têm estado muito ocupados no estúdio) e um círculo frequentadores de topo.


Esperamos ansiosamente pela próxima oportunidade de vos fazer voar,
atentamente
"

21 comentários:

pedro c. disse...

o k se passa com o clubissimo???

por favor esta programaçao esta a ir a pique cada semana k passa...

como kerem cativar as pessoas com nomes assim?? lembrem se do k foi o projecto M e aprendam com isso!

o txt do nuno grassa esta horrivel revela uma grande falta de humildade!!!

Anónimo disse...

Sim, e foi residente em casas que já nem existem, pra não falar da que ardeu! a julgar pelo texto pretencioso deve ser mesmo divertido ir ve-lo/ouvi-lo!

Jorge M.

Anónimo disse...

hahaahahahah até mete medo hahahahahahahahahah

tragam djs em condições , por favor

não tirando com isto mérito ao Nuno Grassa

Anónimo disse...

O Nuno Grassa é um dos djs mais antigos nesta cidade um verdadeiro dinosauro. Só acho piada é ele nunca ter conseguido fazer nada de geito com a sua super carreira de dj muito reconhecida em Portugal tal como consta no flyer. A humildade é gratis rapaz devias de arranjar um pouco de humildade para contracenar com o teu ego que esta quase a arrebentar pelas costuras. Desejo-te muita sorte para o teu evento. "nunca é tarde para começar."
Um abraço
Artur

"O Inimigo do Joca" disse...

Dá-me imenso gosto ver pessoal de Setúbal a passar som aqui em Lisboa, e noto que o Mário João e o Bruno Safara têm-no feito com bastante regularidade, e por vezes em conjunto com nomes como Kaspar ou Rui Murka. Quando posso não perco uma Dig We Must (e os Photonz são uma força a ter em conta) ou uma The Scene, é sempre garantia de boa música.

Ao ver cartazes como esse do Nuno "Desgrassa" (ainda ninguém topou que é um plágio descarado às capas da Dance Club de há uns anos?), ainda mais contente fico em me ter mudado para Lisboa (amor, a quanto obrigas), porque infelizmente vejo que em Setúbal, se não puserem o Mário João, ou o Bruno Safara, ou, dentro de estilos diferentes, um Abel Santos ou um Pedro Lontro a fazer programações a uma casa que feche mais tarde (que feche mais cedo já temos aqui o nosso Eduardo), isto não sai da cepa torta.

Posto isto, bom 2009 a todos, e a ver se o pessoal em Setúbal finalmente acorda para a vida, que custa ver tanta gente com tão bom gosto musical e tão boas ideias desperdiçada.

Anónimo disse...

Caro amigo, Inimigo do Joca, discordo plenamente contigo quando dizes que isto não anda para a frente porque o Mário João e o Safara não estão a fazer as programações das casas que estão abertas até mais tarde, quanto ao Safara, penso que ainda seja ele que esta a organizar as noites no MXL e sinceramente jesus que se apaga a luz, mais uma vez vêm os seus amigos todos cá tocar o seu gay house e não dá hipótese a mais ninguem de tocar sabendo que ha melhores djs por cá, quando ao Mário João lá por ele ter tocado um par de vezes no LUZ isso não faz dele um "EXPERT" na noite nem no mundo da musica visto que tem os seus horizontes musicais muito limitados e era mais um a convidar os seus amigos mais proximos a virem cá tocar para manter a sua "NETWORK" bem viva para que consegui-se ele tambem ir tocar fora de Setúbal, quanto ao Abel e ao Lontro não tenho nada a apontar porque nem sequer estou para ai virado. Isto precisa são de organizadoras de eventos apostarem mais na cidade virada para o rio . Isto só não acontece porque as pessoas não estão dispostas a dar um tiro no pé, visto que quando alguem tenta fazer algo por cá infelizmente o publico não adere. O Problema não são só das casa tambem são as pessoas que parece que já não se sabem divertir por cá. Já o meu pai dizia no meu tempo é que era bom!
Um Abraço,
Artur

Electrobot disse...

Bem, se o Mário João tem uns horizontes musicais muito limitados, vou ali e já venho...É o que dá falar sem conhecer as pessoas. Quem acompanha a carreira dele de perto, como eu tenho acompanhado, sabe que não é por acaso que já foi umas quantas vezes passar som no Lux. Eu se por acaso tivesse uma casa que fechasse mais tarde, estilo ADN ou o extinto Mecca, não tinha problemas nenhum em pô-lo a fazer a programação comigo...e, já agora, nem com todos os nomes que o "Inimigo do Joca" mencionou...conheco-os a todos, sei o que valem, já passei som com quase todos, e confio no bom gosto musical de todos, dentro das respectivas áreas.

Em relação ao Safara e à programação que fez no MXL, ele, pelo que percebi, tinha-se proposto a fazer uma cena com som mais calmo, "cool", e não de andar a passar som a "abrir"...aquilo é um bar, por amor de deus...até eu já cheguei á conclusão (e ás minhas custas) que não vale a pena estar a massacrar as pessoas num bar com som a "abrir"...numa noite os clientes até podem estar predispostos a curtir e esse tipo de som, mas na generalidade das noites não é o que os clientes querem estar a ouvir...e se o som que o Vítor Silveira e o Chinatown Soundsystem passam (que foram os únicos dos convidados do Safara que consegui ouvir, e o Chinatown chegou a ir ao Baco e tudo...) é "gay house", bem, então eu também gosto de "gay house"...Reconheço que existirão melhores DJs aqui em Setúbal que esses, mas se calhar estão mais vocacionados para passar som em ambiente de clube do que em ambiente de bar...E, verdade seja dita, os djs de Setúbal e arredores podiam ás vezes ser um bocadinho mais unidos...E essa história do convidar alguém a passar som aqui, para depois ir-se ao sítio dele...qual é o mal? Desde que a cultura DJ começou que sempre assim foi, este tipo de intercâmbio entre DJs sempre existiu. E apesar de achar que se deve dar primazia ao pessoal daqui de Setúbal, eu não sou autista e gosto de ouvir pessoal de fora...Os discos são para serem tocados para o maior número de pessoas possível. Enfim...Amigo Artur, respeito o teu ponto de vista e tens todo o direito a ele, não deixas de ter razão em certas coisas, mas tenta 1º conhecer minimamente as pessoas, antes de fazer certas e determinadas afirmações em relação a elas.

Eu fico muito contente de ver o Mário, o Safara ou o Goya a passarem som mais vezes fora daqui, e tenho pena de ver malta como o Pedro Tiago ou o Rogério a não conseguirem singrar mais, seja aqui, seja fora daqui...

"O Inimigo do Joca" disse...

Horizontes musicais muito limitados? O Mário João? O que toca diferentes estilos a noite toda, e que não anda sempre a bater na mesma tecla? Devemos conhecer Mários Joãos diferentes, só pode. Gay House? O que é Gay House? Network de amigos? Se os amigos também têm bom gosto musical, qual é o problema? O pessoal quer é ouvir boa música, que de pimbalhadas já anda tudo farto.

Anónimo disse...

E ninguém foi ao club memo out? Não há report?

ana disse...

por favor deixem esta cidade crescer. dà Deus nozes a quem não tem dentes.é por causa de pessoas que pensam pequenino que esta cidade não evolui.abram os vossos horizontes.deixem de pensar pequenino! ha tanta musica boa a ser feita todos os dia...deem uma oportunidade a voçes proprios e parem para ouvir ..sem criticar

José Ilhéu disse...

Ir tocar ao Lux infelizmente hoje em dia não é sinónimo de ser musicalmente culto, superstar, expert ou seja lá que adjectivos queiram dar a quem lá toca, especialmente nestas noites de roleta que até metem medo ao susto.Conseguiram fornicar uma noite de um dos sitíos de culto para ouvir boa musica de verdadeiros e estes sim djs e produtores de topo.Vocês aqui na terrinha é que dão demasiado valor a coisas sem significado.No que diz respeito a tal "network" percebo o que queres dizer mas como o Eduardo sabiamente diz a verdade é que sempre existiu e o culto clubbing sempre teve uma rede de djs que se apoiam mutuamente combinando datas para que possam duivulgar o seu trabalho.Não quero aqui tirar o valor ao Mário nem ao Safara, ambos tem o seu estilo e são técnicamente irrepriensiveis, no entanto não é necessário dar-lhes mais valor do que aquele têm, que por vezes aqui o amigo Eduardo exalta-se com floreados em volta destes carismaticos djs aqui da terra deixando as vezes para trás djs tão mais carismaticos como Rogério Martins, Costinha entre outros, estes sim com muitos anos de experiencia e com tão pouco reconhecimento das gentes aqui da terra.

Anónimo disse...

Se estiverem interessados em ler uma opinião sobre alguns dos aspectos actuais - a entrevista, embora de 2002, é bastante fiel ao que se passa neste momento - da música de dança moderna, espreitem aqui:

http://www.djtimes.com/original/djmag/mar02/francois.htm

Abel Santos

Anónimo disse...

entao e report?ninguem foi ao clubissimo este fim de semana?

Anónimo disse...

entao e report?ninguem foi ao clubissimo este fim de semana? "


Pelos vistos não ... tambem quem é que vai ouvir o Nuno Grassa ou o Pestana ? lolololo
Já afundaram mais uma boa casa ......

Anónimo disse...

CLUB OUT REPORT?

Para quem ainda nao percebeu, nao e club out mas sim CLUBISSIMO, que por sua vez tem 2 pistas sendo o CLUB OUT a pista de fora e o CLUB IN a pista de dentro.

Ate Novembro as ditas pistas tinham gerencias diferentes e funcionavam regra geral separadas.
Desde Dezembro que a gerencia do CLUB OUT tomou a gerencia da casa toda, sendo agora o CLUBISSIMO inteiro novamento 1 so, abrindo totalmente ou parcialmente com 1 gerencia so.Abre todas as sextas e sabados pelo menos, quer tenha festas quer nao, haja publicidade ou nao.

O CLUBISSIMO desde Dezembro tem vindo a sofrer alguns ajustes, e assim vai continuar gradualmente ate se considerar melhor...
muitas surpresas estao para vir.

CAROS AMIGOS E CLIENTES DE SETUBAL:

O CLUBISSIMO e vosso e essencialmente esta aqui para vos, contamos principalmente convosco, mas tambem temos a ambicao de arrastar algum publico externo...
O CLUBISSIMO nao e um bar e muito menos e pequeno, precisamos ca de todos e mais alguns. Quantos mais formos melhor corre a noite a todos os niveis, mais e melhor se podera e se querera oferecer a casa, aos clientes, aos amigos e a Setubal.
Setubal merece melhor, a noite de Setubal ja foi melhor, e ha-de voltar a ser melhor! E nao ha-de ser num futuro longiquo...
Portanto contamos convosco, estamos abertos a sugestoes de festas, parcerias, etc. Tudo o que ajudar a melhorar o CLUBISSIMO, e a noite de Setubal.
E para isso que estamos ca...
(Contactem-nos sempre no CLUBISSIMO, sexta ou sabado no decorrer da noite, ou pelos meios que tiverem)

CLUBISSIMO REPORT:

Embora se tenha sentido falta de pessoal de Setubal mais novo e mais adulto que habitualmente costumam vir curtir ou acabar a noite ao CLUBISSIMO, houve bastante gente de fora (Lisboa, Queluz, Amadora...), que vieram ao CLUBISSIMO, curtiram e aguentaram a noite ate as 7 e picos...

A noite correu bem, foi bastante divertida, com o publico aderente a pista a noite toda, a linha musical esteve excelente do principio ao fim, a animacao foi muito gira, mas acima de tudo o ambiente esteve impecavel.

CLUBISSIMO

Zye disse...

Vale a pena lembrar que foi graças a esse intercâmbio de djs e a uma boa network que o Costa se deu a conhecer lá fora após a era Clubíssimo.
Do seu valor ninguém duvida, porque o tem, mas é impressionante a facilidade que a cidade de Setúbal tem em não valorizar o que de bom se faz por cá, sejam bandas, djs, actores,...

Abração amigo e votos de um excelente 2009. 8D

Electrobot disse...

"...deixando as vezes para trás djs tão mais carismaticos como Rogério Martins, Costinha entre outros, estes sim com muitos anos de experiencia e com tão pouco reconhecimento das gentes aqui da terra."

Eu acho que não tenho deixado ninguém para trás. Em relação ao Costinha, eu até acho que ele é bastante reconhecido por cá...Uma festa com ele é quase sempre garantia de casa cheia. E para não falar que, dos DJs de Setúbal, é o mais reconhecido, tanto nacionalmente como internacionalmente. Em relação ao Rogério, reconheço que lhe é dado pouco valor. O homem passa muito boa música, e sabe como pôr o pessoal a dançar, para além de ser um bom produtor. Mas o maior problema é não haver o nº suficiente de casas para que possa existir maior rotatividade entre os DJs mais "underground" de Setúbal, e, os que se mexem mais são os que acabam por passar som mais vezes, seja aqui em Setúbal, seja fora.

E já que falámos do Costinha, fica aqui um grande abraço para ele, e os meus mais sinceros desejos que ele consiga ultrapassar da melhor forma este mau momento que ele e a restante família passa neste momento, devido à trágica perda de um ente familiar que lhes era muito querido. Força.

Anónimo disse...

ah ganda nuno que continuas a arranjar espigas na noite.

em lx já ninguem te dá troco, agora voltas á casa mae.

muito bem, sim senhor.

Anónimo disse...

Estou bokiaberto compadres.
Estive no palgiado clubissimo out/in/sei la o k e nao vi o ppl de setubal.....e o de fora devia ser um pc transparente, pk exe tb n se via. Volto a abrir a boca qd leio um coment á noite de lá feita pla gerencia da casa.....isto é o "portugalnight on-line" isto é o cúmulo do absurdo. Isto espelha perfeitamente toda a cultura existente amogos. Não ha paxorra....
Há k fazer RESET e ligar de novo
LaValette

Anónimo disse...

http://bluesandcats.blogspot.com/

Blog de música do meu amigo Carlos Bombaça e da sua banda - Charlie & the Bluescats.

Abel Santos

Electrobot disse...

...e que já está nos meus links há já mais de um ano , pelo menos...eheh. Mas não faz mal, toda a publicidade à banda do grande Carlos Bombaça é sempre bem vinda :D .