quinta-feira, junho 05, 2008

Cardápio Nocturno

Sexta, 6 de Junho :

- Pestana @ Baco

- Abel Santos @ Tasco do Kaneco

- Jazz Class Damsom & Pedro Lontro @ Art Kaffé

- Sir aka Sardinha @ MXL

- Fabrício Medeiros @ ADN

- Roleta 10 @ Lux - Miss Boopsie Cola, Vahagn, ZNTN, Disparo, Bruno Safara, Nuno Coelho & Afonso Macedo

"Bang Bang! You`re Dead. Não importa quem o diz, importa os estragos que faz. Disparo é uma dupla de DJs que faz pontaria á pista de dança. Isto é dito por eles, e serve de aviso. Os discos são as munições, os pratos são as armas e o vencedor é quem está na pista a acompanhar o duelo. Os verdadeiros estragos, neste caso, só se sentem no dia seguinte, por quem se deixar levar pela festa e pelo crescendo de entusiasmo destes back to back. Punk-Funk, Mutant Disco, Sleazy Electro, Fucked-Up House & Rock n Roll. Grandes nomes para música que faz dançar. Ou para marcas de balas, se preferirem."

"Bruno Safara gosta de música, de a sentir, partilhar e dançar, mas também de pensar sobre ela, perceber de onde vem e para onde pode ir. Talvez seja por isso que, além de DJ, também exercita a sua vocação de divulgador num programa de rádio ("Outra Estação", Rádio Zero)sob a máxima "explorar ritmos que invadem o inconsciente". Techno de Detroit, Disco e House são o que mais o motiva e cita nomes como Carl Craig, Ricardo Villalobos, Trevor Jackson e Laurent Garnier nas suas influências. Mas na lista de preferidos estão também os Joy Division e a família DFA "
tudo @ Lux Mail.


Sábado, 7 de Junho :

- Accatone @ Baco

- Rui "Ratto" @ Tasco do Kaneco

- Little Twister & Pedro Lontro @ Art Kaffé

- Bruno Safara @ MXL

- Zé Pescador @ ADN

- Drum Lesson nº3 @ Clube do Rio
Drum Floor - Alif b2b Trap, Alpha b2b Unit 1, DJ Benvinda, Sonic Fuse & Bass Kalash
Electro Floor - Pestana & Eduardo Martins

7 comentários:

Anónimo disse...

Grande Eduardo...

Obrigado pela divulgação..

No sábado vou estar pelo Mxl a passar som..

Mxl com nova decoração e sistema de som melhorado..

Convido-te a apareceres se quiseres..

abraço

Safara

Electrobot disse...

Quando puder, sem dúvida que irei dar uma olhada. Espero que corra tudo bem :D .

Anónimo disse...

pestana no baco... um dia destes temos o tipo no bombar, art cafe, boheme, tasco do caneco... enfim, até no lux. no comments

ass: voice of the undergound

Electrobot disse...

Primeiro, vais lá ouvir o homem...depois sim, podes vir aqui falar mal. Ele vai passar um som diferente do que a malta está habituada que ele passe...

Anónimo disse...

quando nao se safam no comercial voltam se todos para o underground...

Anónimo disse...

quem se refugia no anonimato é movido pela inveja e pela cobardia." Sousa Tavares
apá soices arranjem mas é algo pra fazerem e de forma decente.
Não estraguem o trabalho dos outros tentem sim deixar aqui no blog algo de construtivo em especial para a música e para a noite de setúbal que está uma merda.
Eu não sou ouvinte assíduo deste tipo de música, mas deixem os rapazes fazer algo de construtivo. não venham para o blog largar postas de pescada. Pode não ser do vosso agrado algumas coisas que eles fazem ou escrevem, mas a verdade é que eles têm feito alguma coisa e vocês o que têm feito até à data?, para além de vomitar impropérios provenientes dessas mentes insípidas.
Vão mas é pastar. Maior parte de vocês começou a sair à pouco tempo à noite e ainda só em setúbal, e já vêm para aqui ajavardar o blog.
Muitos dos que estão aqui a criticar há 1 ou 2 anos é que saem à noite. Muita gente em setúbal sempre foi boa a debitar merda, em vez de olhar para o trabalho dos outros com bons olhos e com respeito, quer se goste ou não, quer nos identifiquemos com ele ou não. Esta cidade está cheia de gente que só larga bazófias. É por isso que Setúbal não evolui enquanto cidade, aliás de cidade temos só o nome, porque hoje em dia Setúbal é uma aldeia quer em espaço geográfico, quer em termos mentais, de idiossincrasias.E para quem não sabe o que isto é, Cá vai um momento de cultura ortográfica: (idiosygkrasía < ídios, próprio + sýkrasis, constituição, temperamento

s. f.,
disposição do temperamento de um indivíduo para sentir, de um modo especial e privativo dele, a influência de diversos agentes;

reacção individual própria a cada pessoa;

Med.,
reacção individual particular, perante um agente terapêutico.)

Gosto muito de Setúbal enquanto espaço físico, mas em termos antropológicos (pessoas, identidade, cultura), deixa muito a desejar. E não é não que haja pessoas com vontade de fazer e de mudar alguma coisa pra melhor, o problema é que mentes retardadas, mesquinhas obtusas e saloias não deixam.
Continuem com o vosso blog e a lutar para fazer desta cidade algo melhor. e para mudar mentes, formatadas por esta mesquinhez social em que vivemos.
porque quem não sabe fazer nada, e nada sabe e nem se quer tenta, só lhes resta duas coisas a política partidária a arte do mal-dizer.

Ass: Dantas

"O Inimigo do Joca" disse...

Sexta fui um bocado ao Baco, e achei que o Pestana se portou bem, não ouvi assim nada de muito pimbalhoso, bem antes pelo contrário!!! Admito que fiquei surpreendido em ver o nome Pestana associado ao Baco (sim, eu lembro-me de ver o homem a passar música de ir ao cú em locais como o Marina Club ou o Clubíssimo), mas o que ouvi o homem tocar não destoaria nada do que ouço normalmente no ADN aos sábados das raras vezes que lá vou. Pelo menos enquanto lá estive. Posto isto,serei eu o único a achar que a programação do Baco,no geral, é mais arrojada que a do ADN?

p.s. A seguir fui ao Lux, e só posso dizer que a prata da casa (Safara e Disparo) portou-se muito bem, e que é pena não ver este pessoal a ser mais respeitado aqui por Setúbal. Sábado estive no renovado MXL, e pareceu-me bem, sobretudo em termos sonoros, com o Safara a tocar música porreira. Porreira também a festa de Drum, apesar de não apreciar muito o estilo, mas também na parte de cima estava o Eduardo a dar uso aos discos, pena não estar mais pessoal na parte de cima.