domingo, outubro 14, 2007

...# 16

Sexta lá fui ao ADN...estava o Vince Varga a passar som...um Funk de "ponta", como diria o meu amigo Abel (que também lá estava, diga-se de passagem...). Som á maneira, noite a prometer (e das vezes que ouvi o Vince Varga gostei sempre...). Eis quando o Vince Varga decide espetar três músicas de kuduro assim de seguida...a mim, pessoalmente, estragou-me a noite...não percebo este fascínio que DJs supostamemte mais "underground" têm por este tipo de som (ok, até percebo no caso de DJs estrangeiros, soa-lhes exótico, fresco, whathever, mas isso é porque não têm de estar a levar constantemente com malta a debitar através dos telemóveis kuduros, kizombas, reggaettons e congéneres nos transportes públicos ou noutros sítios...esta malta nunca ouviu falar de "headphones"?). E a mini-sessão de Reggae a seguir também não ajudou muito...eu gosto de Reggae, mas não ás 4 e tal da manhã. No fim lá voltou a passar Funk, mas aí já não havia nada a fazer. Não fui a seguir ao "after" no Star, estava cansado...mas quem lá esteve diz que o Pedro Tiago portou-se muito bem, e que se esteve lá muito bem.

Fiquei triste por saber que as noites em Albarquel foram canceladas...enfim...Era um projecto que, na minha opinião, tinha pernas para andar, apesar de saber que o sítio em questão está um pouco "queimado"...quem sabe no futuro...

6 comentários:

mister simon disse...

camarada eduardo,
hoje apetece-me variar. como já não tenho nada a ganhar, nem tampouco a perder, aqui vai: o pedro tiago porta-se sempre bem. o problema aqui são os "pedros tiagos" que caem por aqui de para-quedas. fazem-me lembrar o "meu" benfica, quando vai gastar balúrdios a comprar jogadores da treta no estrangeiro, e aqui, mesmo as portas de casa, há-os mais baratos e de melhor qualidade...
como dizia a minha avó: "mais vale cair em graça que ser engraçado".
esta é uma guerra perdida. provérbio do dia: "santos da casa não fazem milagres", ou um outro, muito ao gosto do pessoal de setúbal: "setúbal é melhor madrasta que mãe", e o que dói, entre aspas, que não a mim, que já estou demasiado rodado para me doerem estas coisas ou outras como estas, é ser (e aqui no "ser" não me estou a incluir a mim, aplica-se a qualquer um), como ia dizer, é ser injustiçado em setúbal às mãos de gente de setúbal. o pessoal de lisboa tem a fama e tem o proveito. há por aqui alguém que consiga entrar no circuito de lisboa? talvez a uma quinta-feira... de vez em quando... e pessoal de lisboa aqui?
afinal o provérbio do dia é outro: "santos da casa não fazem milagres" (para os donos da casa...)

mister simon disse...

ah, esqueci-me de mais um provérbio, que encaixa perfeitamente aqui: "para bom entendedor, meia palavra basta". e pelo que tenho ouvido por aí,nas noites de sexta e de sábado, cada vez há mais bons entendedores em setúbal...
cumprimentos à família

Victor Gaio disse...

Amigo Eduardo.
Raramente faço comentários ás diarreias mentais que as mentes mais recalcadas e reacionárias fazem de toda a gente da noite setubalemse e em especial da minha ja tão gasta pessoa. De facto só tenho que subscrever tudo o que o meu ilustre amigo Simões publicou acima e tristemente concluir que tudo o que é setubalense é OUT e toda a trampa de fora ta IN. A isto eu designo de complexo do ranho, de ser da provincia, de não ser benzoca de Lisboa. Estas pessoas que são verdadeiramente a contra-corrente á noite setubalense quando saiem noutros sitios por vergonha dizem que são de Azeitão. Está tudo dito....Eu pelo contrario, e apesar de não ter nascido nesta cidade, digo com todo o orgulho " onde é que existe um rio azul igual ao meu, que em certos dias tem a mesma cor do ceu..." mas cada um sabe de si. Simões a nossa bandeira é igual mano, por isso se compreende (ehehe). E gostaria também de vos contar um episódio giro que motivou também comentários do tal DJ suicida que eu sei de quem se trata, apesar de pedro santos não ser o seu nome. Eu assino sempre com o meu nome, não me escondo, não me acobardo.
Ora aí vai a história. Estava eu a ouvir um belo dia a faixa "The musical box" dos Genesis coisa que deve ter sido editada em 72/73 e puz no meu msn o nome da faixa. passados segundos apareceram os serviços de informação setubalenses a perguntar se "musical box" era o novo nome da parte de cima ou de baixo do club etc etc.Falta de cultura musical provavelmente, se o Simões ou o Abel ou o Eduardo tivessem visto esta frase teriam compreendido mas o rapazola só retirou dessa observação mais uma teoria da conspiração. Deu-me algum gozo e dei-lhe algumas pistas para ver onde ia parar.....e veio parar aqui, como é seu costume. Estas são as piadas que me divertem e são a diferença entre as mentalidades subservientes e aquelas que têm opinião própria. Já agora faria um outro reparo. No dia dos SP & Wilson foi aqui dito pelo mesmo puto que eu me encontrava bebado e em cima do balcão.....amigo suicida, tu sabes bem que em cima do balcão só pode estar um anão pois só tenho 1,45 mt disponivel e eu sou um pouco mais alto...bebado, alcoolizado, drogado, ou o que quer que seja não te diz respeito, ja te vi pior e a trabalhar ou seja a trabalhar muito mal por causa disso. E já agora em relação ao Carlos do "Olho Vivo" vais ter oportunidade de falar com ele pessoalmente porque ele tambem ja sabe quem és. O que lhe aconteceu pode acontecer a todos nós que andamos nisto, mas é sobretudo por existirem mesta cidade pessoas como tu nesta cidade que a possibilidade destas cenas existirem aumentam. Boa sorte suicida, ja foste um dos melhores, agora (tal como suicida que és) a possibilidade de vires a ser DJ numa casa de matrecos é ja a seguir.
Respeito toda a gente que trabalha na noite e na de Setúbal em especial mas abomino gentinha de meia leca como tu que se esconde atras de nomes que não é o teu e atacas com mentiras todos aqueles a quem dás diáriamente palmadinhas nas costas....

puto disse...

eh xoxio falas mal do kuduro levas xinada!!!!!1!!um!!1

Electrobot disse...

lol

Vince disse...

electrobot: you're right, that night was strange or i can say hard for the dj and my set was strange as well. many folks came with extremely different requests, which was pretty confusing. will try to stick with the funk next time (but it didn't seem to work with the ADN crowd that night - which i'm really sorry about as a funk dj). keep up
vince varga