segunda-feira, outubro 08, 2007

...# 15

Foi um fim-de-semana comprido, este que passou. Na quinta e na sexta estive no ADN a ouvir, respectivamente, os Internal Sync e o Pedro Tiago. Em ambas as noites esteve-se muito bem, o ADN esteve animado, a música foi boa...estava habituado a ouvir um set mais "variado" por parte dos Internal Sync, mas na quinta foram um pouco mais homogêneos, mais virados para uma onda mais Tech/Minimal, mas sempre com muito "groove". Coordenadas esas também seguidas pelo Pedro Tiago na sexta.

No sábado fui a Albarquel ouvir o Fred, o Pedro Tiago e o Simões...E fiquei bem impressionado...o espaço levou uma nova lavagem, ficou bem giro,a iluminação também está diferente (para melhor, claro) o sistema de som é poderoso, a música foi boa...só faltaram as pessoas, o que é pena, porque, tal como já disse, esteve-se muito bem musicalmente. A ver vamos se nos próximos sábados se irá verificar uma maior adesão...espera-se que sim, pois este projecto da Twisted Sounds em Albarquel parece-me bastante interessante...

7 comentários:

Zye disse...

Tenho pena que a Albarquel esteja situada onde está, pois merecia ser aproveitada ao máximo. Provavelmente com um apoio muito maior, neste caso autárquico, se conseguiria ter uma afluência como o projecto assim o merece. Quais são as zonas que têm a possibilidade de ter um Club junto à praia?

À que se aproveitar os recursos que a nossa zona nos fornece.

Forreça!!

Anónimo disse...

Zye não podia estar mais bem localizado, será que querias dizer tenho pena que albarquel tenha a fama que tem?
Bem aquilo está de cara lavada como novo, é só o pessoal aproveitar as potencialidades daquele espaço, um sistema de som fantástico e um espaço como há poucos na cidade.
A autarquia não pode fazer muito ali porque aquela zona é regida pela capitania a autarquia tem pouco a dizer e a fazer, o pessoal é que tem de fazer a casa e perder o medo.
Abraço!

Electrobot disse...

É, nesta altura do campeonato, e após alguns abusos verbais, regra minha não publicar comentários anónimos neste blog, mas como este último não diz nada de mal, decidi abrir uma rara excepção...mas para a próxima preferia que te identificasses (embora eu desconfie quem sejas...).

Zye disse...

Anónimo disse...
Zye não podia estar mais bem localizado, será que querias dizer tenho pena que albarquel tenha a fama que tem?

Exacto. :)
Porque acho que temos tantos recursos naturais que poderiam ser devidamente aproveitados e não o são... E provavelmente se a zona da Albarquel, tomando como exemplo, estivesse noutro lugar com mais apoios deveria estar ainda muito mais aproveitada. Mas ainda bem que está a começar a ser aproveitada "com pés e cabeça".
O facto de ser regida pela capitania, não tinha conhecimento, daí ter mencionado a autarquia, falha minha.

Anónimo disse...
Bem aquilo está de cara lavada como novo, é só o pessoal aproveitar as potencialidades daquele espaço, um sistema de som fantástico e um espaço como há poucos na cidade.

Ora nem mais, assino por baixo.

mister simon disse...

o segredo para a albarquel funcionar é o modelo espanhol para bares e discotecas à beira-mar: portas abertas, das 23 às 07 e preços de bar. toda a gente entra toda a gente sai, toda a gene consome e funciona às mil maravilhas. lembram-se do clube das marés?!

Pedro Santos a.k.a. DJ Suícida disse...

Infelizmente o problema do club da Albarquel não é a sua localização que é fantástica e única, onde em qualquer cidade normal seria um caso sério de popularidade. Há dias, ainda antes da Twisted apresentar o programa, surgiu o boato de que o Vítor Gaio e o proprietário do Orixá queriam explorar o espaço em mais uma tentativa suicida do meu caro Gaio de revitalizar o Seagull, o projecto teria o nome de Musical Box, o facto foi me desmentido, acrescento agora, ainda bem, já não há paciência para os delírios do Gaio.
Acho que já ninguém tem duvidas que os club´s da nossa zona não funcionam pelos empresários que estão a gerir os mesmos, este fim de semana ficou claro.

Club do Rio (ex-Spy) apresentou mais uma noite que prometia, uma dupla de Hip Hop, SP & Willson, foram convidados para uma noite deste género musical, segundo me confidenciou um amigo muito pouca gente sabia da existência desta festa e claro faltou clientes para a festa, sem esquecer que a casa tem mais gerentes que clientes, há e o Gaio completamente embriagado em cima do balcão foi de gritos.


Stage (ex-Clubissimo) - Para combater a noite do club do rio o rei da gasolina fez bar aberto ás crianças, miúdos completamente bêbedos e drogados a delirar com musicas como a Macarena e rock vulgaríssimo, mesas partidas, INEM na porta a recolher as crianças estendidas pelo Jardim totalmente inanimadas, vómitos por toda a casa muitas brigas e assaltos perante o olhar de dois porteiros, não havia seguranças. Este senhor devia ser banido da noite setubalense.


Roxy (ex- Vícios) – Noite de guerra autêntica, casa completamente destruída pelos indivíduos que eram os clientes, não morreu ninguém por sorte, porteiros a voar, muitas facadas e agressões. O senhor Carlos, dono da Olho Vivo, que se auto-proclamou o visionário da noite e que dá entrevistas nojentas e baixas na pseudo-revista Super noite, está hospitalizado em S. José com ferimentos graves, este senhor para tentar acalmar a situação disparou tiros para o ar, o pior erro que se pode fazer num caso destes, por isso está como está.

Este é o resume muito resumido mesmo do estado da noite e dos empresários que a gerem, este é o verdadeiro problema. A Albarquel tem muito boa onda, qualidade aceitável, mas há outro problema, as pessoas que só vão aos sítios onde conhecem alguém para beber de borla, nem ligam à musica que toca. Ainda assim, Boa Sorte!

..alvaro disse...

dasse..a noite anda mesmo a bombar..nao estive ca este fdsemana,tou a ver ke perdi muita coisa..mas tmb costumo ir ADN espero ke na tenha acontecido nada..falam mas deve ser ainda unico sitio ke geralmente esta bombar e sem stresses..